sábado, 12 de fevereiro de 2011

A reencarnação em fatos

É difícil acreditar em certas coisas com base apenas em teoria, não é mesmo?! Vejam, portanto, estes dois vídeos não-espíritas sobre reencarnação, os quais narram casos distintos ocorridos nos EUA.



Interessantes essas histórias, não?! Alguns ainda vão dizer que não são provas definitivas da reencarnação. Eu concordo com isso, realmente não se pode afirmar tal coisa apenas com base nestes poucos depoimentos. No entanto, supondo-se então que não exista a reencarnação, como explicá-los?

"Não é novo, dizem alguns, o dogma da reencarnação; ressuscitaram-no da doutrina de Pitágoras. Nunca dissemos ser de invenção moderna a Doutrina Espírita. Constituindo uma lei da Natureza, o Espiritismo há de ter existido desde a origem dos tempos e sempre nos esforçamos por demonstrar que dele se descobrem sinais na antiguidade mais remota. Pitágoras, como se sabe, não foi o autor do sistema da metempsicose; ele o colheu dos filósofos indianos e dos egípcios, que o tinham desde tempos imemoriais. A idéia da transmigração das almas formava, pois, uma crença vulgar, aceita pelos homens mais eminentes. De que modo a adquiriram? Por uma revelação, ou por intuição? Ignoramo-lo. Seja, porém, como for, o que não padece dúvida é que uma idéia não atravessa séculos e séculos, nem consegue impor-se a inteligências de escol, se não contiver algo de sério." - Questão 222 do Livro dos Espíritos, Allan Kardec

Recomendo também que assistam ao filme "Minha vida em outra vida" (Yesterday's Children), um drama baseado em fatos reais lançado nos EUA no ano 2000. Não é um filme espírita.

3 comentários:

  1. Legal Adriano, estou extamente falando sobre isso no meu blog... Não sei se já encontrou o "Reencarnação, 20 casos" do Ian Stevenson, em português, mas vale muito a pena ler este livro:

    http://textosparareflexao.blogspot.com/2011/04/caso-parnad-parte-1.html

    Abs
    raph

    ResponderExcluir
  2. Grande Rafael,

    Obrigado pela dica, fiquei curioso para ler esse livro. Vou dar uma olhada agora mesmo no seu blog sobre isso.

    Abração.

    ResponderExcluir
  3. Foi dito: "Alguns ainda vão dizer que não são provas definitivas da reencarnação. (...) No entanto, supondo-se então que não exista a reencarnação, como explicá-los?"

    COMENTÁRIO: São histórias com doses de fantasias, que provavelmente foram exaltadas pelos divulgadores, dando a ela dimensões que não merecem. Na primeira, uma série de correlações frágeis são utilizados como "provas" de que o garoto seria o avô reencarnado. Na outra, o caso é mais sério: os adultos relatam os pesadelos da criança, mas não exibem comprovações, tampouco uma avaliação médica do caso. Aqui temos provavelmente uma história inventada por gente interessada em vender a obra relatando a "evidência" reencarnatória...
    Enfim, muito pouco para demonstrar que a reencarnação seja realidade...

    ResponderExcluir