segunda-feira, 10 de maio de 2010

The Clairvoyant

É muito bom ver todo mundo falando de temas relacionados à espiritualidade. São os filmes atualmente em cartaz, a novela das seis, estações de rádio, reportagens, enfim, o tema está na moda. Afinal, quem não tem curiosidade de saber o que acontece depois da morte, não é mesmo? O legal é que tanta repercussão leva as pessoas a se aproximarem dos conceitos que realmente importam: bondade, humildade e caridade. Independentemente de religião, pois estes são princípios universais que todas elas ensinam e que não fazem mal para ninguém.

Que venha então a popularização! Mas ela não começou agora. Por diferentes caminhos, por mais estranhos que eles possam parecer, todo mundo está se aproximando dos conhecimentos do espírito. Querem ver só? Quem gosta da banda Iron Maiden? Eles tocam temas espirituais com muita frequência. Aqueles que curtem, por exemplo, a música The Clairvoyant (O Clarividente), ficam repetindo o conceito de reencarnação sem perceber. Esta música foi lançada em 1988. Vejam abaixo uma comparação com o que está escrito no túmulo do Allan Kardec:

Túmulo do Allan Kardec:

"Nascer, morrer, renascer ainda e progredir sem cessar, tal é a lei"

The Clairvoiyant (O Clarividente) - Iron Maiden

There's a time to live / And a time to die / When it's time to meet the Maker / There's a time to live / But isn't it strange? / As soon as you're born you're dying / I've been reborn again / And again and again

Há um tempo de viver / E uma hora para morrer / Quando é hora de encontrar o Criador / Há um tempo de viver / Mas não é estranho? / Tão logo você nasce está morrendo / Eu nasci de novo / E de novo e de novo

Legal, né?! Na verdade, o conceito de reencarnação é bem velho. Os Druidas, antigos sacerdotes Celtas, já o conheciam, assim como diversos outros povos da antiguidade. Tem muita gente séria falando sobre esse assunto por aí. Vocês podem aprender muito conversando com essas pessoas. Ou ouvindo o Iron Maiden!

Nenhum comentário:

Postar um comentário